Youtube Facebook Instagram Twitter

Fala Sertão nas

Redes Sociais

Publicidade

ABSURDO Criança de 04 anos é estuprada por tio


Postado em 02/04/2015 - 07:59:46 (Brasília)




Uma mulher e um homem, mãe e tio de uma menina de quatro anos, foram presos em Ituiutaba, preventivamente, suspeitos de estuprar uma criança e contaminá-la com uma bactéria causadora da gonorreia.

 

Na tarde desta quarta-feira (1º), a dupla foi apresentada pela Polícia Civil durante coletiva de imprensa, realizada após a conclusão da investigação - que foi iniciada em dezembro, e deferimento judicial do pedido das prisões preventivas. A mãe da menina também é suspeita de envolvimento no crime, pois há indícios de que sabia da situação.

 

Segundo a delegada Alessandra Rodrigues da Cunha, a investigação foi iniciada após a criança ter sido diagnosticada com a Doença Sexualmente Transmissível (DST) no fim do ano passado. A delegada contou que assim que a garota conseguiu relatar o ocorrido, acusou o tio da prática sexual contínua.

 

“A menina de quatro anos foi contaminada pela bactéria da gonorreia, isso foi o que motivou o começo da investigação. De acordo com os médicos, a doença só poderia ser transmitida por ejaculação do agressor ou contato sexual. A menina estava bastante traumatizada e não falava sobre o assunto. Depois de um tempo ela disse que o tio tirava ela do berço para cometer os abusos”, relatou Cunha.

 

Pouco depois, a investigação também se voltou contra a mãe, irmã do suspeito, já que a investigação indicava que ela saberia dos abusos. De acordo com a delegada, a mãe disse que ouvia gemidos da filha e do irmão, mas não tomava atitude na tentativa de efetuar o flagrante e não ter invadida a intimidade com o atual companheiro.

 

A mãe e o irmão foram encaminhados para o presídio de Ituiutaba e devem responder pelo crime de estupro de vulnerável, cuja pena varia de oito a 15 anos de reclusão. No caso da mãe, a pena pode ser agravada pelo grau de parentesco com a vítima.

 

É muito importante que vizinhos, familiares e professores cheguem à polícia e relatem qualquer suspeita, só assim podemos evitar mais crianças abusadas e traumatizadas”, concluiu.


 



Compartilhe essa notícia:

Mais Notícias

 Últimas notícias

Posto de Atendimento ‘Caixa Aquí’ em Ipubi segue para fase final de implantação

Haddad: elite vota em Bolsonaro acreditando que ele será 'tutelado por generais'

PT entra com pedido de investigação no TSE e pede inelegibilidade de Bolsonaro

TSE abre ação para investigar suspeita contra campanha de Bolsonaro

Fernando Monteiro é eleito com mais de 82 mil votos em Pernambuco

Veja todos os deputados federais eleitos em Pernambuco

Fala Sertão - Todos os direitos reservados

Telefone

(87) 99943-3440


E-mail:

contato@anaabrantes.com

anaabrantes.assessoria@gmail.com

NEWSLETTER

Cadastra-se, e receba novidades do

Ana Abrantes por e-mail:

Youtube Facebook Instagram Twitter
A Comunicação