Youtube Facebook Instagram Twitter

Fala Sertão nas

Redes Sociais

Publicidade

MPF identifica 114 pessoas em condições de trabalho escravo no Sertão


Postado em 23/08/2019 - 10:10:41 (Brasília)




O Ministério Público Federal (MPF) em Salgueiro, Sertão pernambucano, denunciou os responsáveis por três estabelecimentos de produção de farinha de mandioca, na zona rural de Ipubi, que submeteram trabalhadores a condições análogas à de escravo. 



Vistoria do Ministério do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho, realizada em maio, revelou que Danilo de Almeida de Farias e Linaldo Adelino de Farias submeteram um total de 114 pessoas a condições degradantes de trabalho. Entre elas estavam 13 menores de idade, incluindo uma menina de três e outra de cinco anos. As três casas de farinha foram interditadas.



A vistoria identificou condições de risco à saúde e integridade física dos trabalhadores, como ausência de equipamentos de proteção, água potável e banheiros, bem como jornadas exaustivas, que chegavam a 15 horas diárias. De acordo com as apurações, uma pessoa relatou ter trabalhado algumas vezes a partir das 6h, atravessando a madrugada, e terminando a jornada somente às 6h do dia seguinte. O pagamento era feito por produção, sem garantia do recebimento de salário mínimo. Para a função de raspagem da mandioca, por exemplo, eram pagos R$ 3,00 por carrinho de mão.



O escoamento do rejeito resultante do processo de produção da farinha não atendia ao que determina a legislação. O resíduo líquido escorria até barragens rudimentares improvisadas, sem sinalização ou restrição de acesso.


Caso a Justiça acate o pedido do MPF, os envolvidos podem ser condenados a penas de três a 12 anos de prisão. O autor da ação é o procurador da República Marcos de Jesus.



Fonte: Diário de Pernambuco



Compartilhe essa notícia:

Mais Notícias

 Últimas notícias

Com benefícios, 65% dos juízes ganham acima do teto de R$ 39,3 mil

Obra de modernização, reforma e ampliação do Hospital Municipal segue a todo vapor

DR. TARCÍSIO MIRANDA SURGE COMO UMA RENOVAÇÃO POLÍTICA PARA LEGISLAR NAS CAUSAS POPULARES NA CÂMARA TRINDADENSE

MPF identifica 114 pessoas em condições de trabalho escravo no Sertão

Queimadas sem controle na Amazônia provocam crise internacional

Equipe organizadora da Festa de Agosto 2019 participa de entrevista na Rádio Liberal FM

Fala Sertão - Todos os direitos reservados

Telefone

(87) 99943-3440


E-mail:

contato@anaabrantes.com

anaabrantes.assessoria@gmail.com

NEWSLETTER

Cadastra-se, e receba novidades do

Ana Abrantes por e-mail:

Youtube Facebook Instagram Twitter
A Comunicação